imprensa|noticias
A resolução de seu dispositivo é menor que 320px...
Isto pode dificultar a navegação deste website

Notícias

Chegada de animais faz do setor agropecuário um atrativo à parte

Apesar de poucos, os animais presentes na Expobel nestes primeiros dias de feira já chamam a atenção dos visitantes. Mas o movimento no setor agropecuário deve se intensificar mesmo a partir de hoje, quando será finalizado o transporte dos animais, e o acesso às atrações deste segmento será incrementado por uma série de eventos. 
"Esse é sempre um espaço muito visitado da feira, mas não é só isso; preparamos o setor agropecuário para também gerar negócios, ser uma vitrine da qualidade da nossa produção e aproximar produtores e empresas", explica o coordenador do setor, Cláudio Borges. 
A empolgação de Cláudio com a feira é justificada. Além de a agropecuária brasileira estar vivendo um excelente momento na economia nacional - registrando um crescimento de 13% em 2017 -, este é o ano com a maior participação do setor na Expobel, tanto em número de empresas expondo como em produtores e eventos. 
O começo da feira já deu indícios do otimismo deste segmento: no leilão de desmama realizado no domingo pela Sociedade Rural, todos os 1.182 bezerros foram vendidos e com um preço médio de R$ 6,90 o quilo, cerca de 25% maior que em outros leilões da mesma categoria. 

Animais, novidades e eventos
Algumas novidades no setor agropecuário chamam a atenção de crianças e adultos, como a Mini Fazendinha, um espaço com animais em miniaturas, como pôneis e minivacas, com o lucro revertido para a Apae. Além disso, há um pavilhão inteiro para animais exóticos e de estimação, com mais de 300 exemplares. 
Mas há também espaço para os grandes. A Expobel terá amanhã o julgamento das raças hereford e braford pela manhã e o leilão com cerca de 500 animais à noite. Na sexta tem o julgamento das raças holandês, angus e jersey (com leilão multirraças à noite) e no sábado o dos animais do Clube da Bezerra e do Programa de Inseminação Artificial da Prefeitura de Francisco Beltrão. 
A programação de eventos agropecuários termina domingo, às 14 horas, quando acontece o leilão de gado geral com cerca de mil cabeças. 

Investimentos no setor
Outra novidade deste ano são as melhorias que o setor agropecuário, do parque,  recebeu. Além da cobertura das mangueiras, feita em parceria entre a Prefeitura e Sociedade Rural, foram feitas melhorias nos espaços de ovinos e pequenos animais, boa parte custeado com o lucro da própria Expobel. 

fonte: JdeB/Leandro Czerniaski